Sindae - Sindicado dos Trabalhadores - FNU" Sindae - Sindicado dos Trabalhadores - CUT
Sábado, 24 de Junho de 2017

Notícias                                                                        


Mulheres vão às ruas barrar Reforma da Previdência do Temer


A luta contra a Reforma da Previdência Social será a pauta prioritária nas manifestações das mulheres do 8 de Março, Dia Internacional da Mulher. Elas ocuparão as ruas em todo o país para denunciar o desmonte da aposentadoria e os prejuízos que esta reforma poderá trazer especialmente para a vida das mulheres.


A reforma pretende igualar as condições de homens e mulheres para se aposentar e quer ampliar o tempo de contribuição sem levar em consideração as diferenças sociais entre os gêneros. Assim, no caso das mulheres, a idade mínima para aposentar passaria dos atuais 60 para 65 anos, somada ao tempo mínimo de contribuição, que sobe de 15 para 25 anos.

Para a economista da Unicamp, Marilane Teixeira, esses argumentos são contraditórios com a realidade e, caso concretizados, aumentarão a desigualdade. Ela afirma que essa proposta da reforma da previdência, na verdade, significa estender o período de vida laboral das trabalhadoras, retardar a solicitação do benefício e diminuir o seu valor quando conquistado.

Como elas conseguiriam trabalhar 49 anos interruptos com no mínimo 65 anos, se são elas a grande maioria entre os desempregados no país? Como elas conseguiriam ter contribuído 25 anos ao completarem 65 anos, se elas precisam fazer o trabalho reprodutivo e de cuidados, parando para serem mães ou para cuidar de seus filhos? São questões levantadas por Marilane, que lembra como toda essa desigualdade social entre os trabalhadores e trabalhadoras impacta na conquista da aposentadoria das mulheres. 

“Como ser igual numa sociedade desigual”, questiona a secretária da Mulher Trabalhadora na CUT, Junéia Martins Batista. “É hora de ir pra rua contra esta reforma e todos estes retrocessos desse governo golpista, mas também não podemos deixar de denunciar a violência praticada contra as mulheres e a luta pela descriminalização do aborto, temas tão caros pra as mulheres”, alega Junéia.

 






[ Indique a um Amigo ] [ Imprimir ] [ Voltar ]

 

Sindae: 21 anos de
luta e conquista

 

O Sindae (Sindicato
dos Trabalhadores na Indústria da Purificação
e Distribuição de Água...

O Grenasa é o Grêmio Esportivo e Recreativo dos Empregados da Sanasa. A entidade foi fundada... Criada em 1973, a Sanasa (Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S.A.) é uma empresa de... Antigo Serviço Autônomo de Água e Esgoto da Estância de Atibaia, o Saae (Saneamento Ambiental de Atibaia) é uma...